Leilão de arte latino-americana na Sotheby’s fatura US 26.9 milhões

“Estamos muito satisfeitos com o resultado do leilão – o segundo maior da história em vendas de arte latino-americana na casa”, disse Carmen Melián, Diretora de Arte Latino-Americana da Sotheby’s.

A Family, de Fernando Botero

A Family, de Fernando Botero

Os destaques da noite eram as obras do colombiano Fernando Botero. A obra “A family”, de 1972, alcançou o preço mais alto do leilão, sendo vendida por US 1.398.500 (preço estimado entre US 1/1.5).

Una madre divertiendo a su hijo, Rufino Tamayo

Una madre divertiendo a su hijo, Rufino Tamayo

A segunda peça que atingiu o melhor preço foi “Madre divertiendo a su hijo” (1946), de Rufino Tamayo, que foi arrematada por US 1.370.500 (preço estimado entre US 1/1.5).

A obra “Relief” de Sergio Camargo excedeu a estimativa de venda depois de uma disputa entre três compradores e foi vendida por US 842.500 (estimada entre US 400 e US 600 mil). Outro brasileiro, Cildo Meireles, bateu seu recorde em leilões com a venda de “In-Mensa” (1982) por US$ 518,500 (estimada entre US$ 80 e US$ 120 mil).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s