Arte Naif com obras raras de autores inesquecíveis – Abertura neste sábado dia 03/03

Exposição faz passeio pela história do estilo no país, dos anos 1960 ao século XXI

A Galeria Jacques Ardies abre a sua temporada de 2012 buscando se inspirar no passado, mas sem perder o olhar para os valores atuais da arte naif brasileira. Assim, entre os dias 3 e 30 de março, 40 obras emblemáticas do estilo produzidas por 12 artistas nacionais entre os anos 1960 e a primeira década deste século ganharão uma exposição exclusiva, chamada “O Colecionador”.

“A mostra recebe esse nome por envolver uma intensa pesquisa; o resgate de quadros difíceis de encontrar; e uma preocupação em recuperar, por meio de um trabalho de restauração, obras que se encontrava em estado precário”, diz Jacques Ardies – organizador da coletiva e que, por estar há 30 anos à frente da Galeria, tornou-se ele mesmo uma fiel testemunha da evolução do estilo naif no país.

Copos de leite - 81x100 - Ivonaldo


A avó da arte naif brasileira

Os três anos em que Ardies passou garimpando as obras para a exposição “O Colecionador” renderam ótimos frutos. Um deles são os quadros da artista carioca Silvia de Léon Chalreo (1905-1987), uma das primeiras artistas nacionais ligadas ao modernismo a se destacar na pintura naif e a conquistar a receptividade dos meios intelectuais. Extremamente sensível, o trabalho de Silvia privilegia o dia a dia nas praias, nos parques de diversões e nos subúrbios, tendo sido exposto nos EUA e em vários países europeus. Considerada a “avó da arte naif brasileira” Silvia foi bastante requisitada pelo Itamaraty para representar culturalmente o Brasil em eventos internacionais.

Outra artista que entra na mostra é a piauiense Elisa Martins da Silveira (1919-2000), que tem quadros extremamente difíceis de serem encontrados no mercado de arte em geral. Os temas mais frequentes da pintora são as festas populares nacionais, às vezes como reminiscência de sua vivência nordestina, que ela transporta para as telas, a exemplo do carnaval e das festas do chamado ciclo junino.

A banda - 71x99 - Elisa Martins da Silveira

Outras informações:
Data: 03/03 a 30/03/2012
Vernissage: 03/03, das 12h às 16h
Local: Galeria Jacques Ardies – Rua Morgado de Mateus, 579 – VilaMariana
Horário: de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h30; sábado, das 10h às16h.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s