Jardim das Esculturas do MAM, no Parque do Ibirapuera, é reinaugurado com obras restauradas e nova iluminação

Carranca (1978), de Amilcar de Castro. Aço corten, 115 x 120 x 65 cm

Projetado por Burle Marx em 1993, o Jardim das Esculturas – um dos principais acervos brasileiros ao ar livre – acaba de ganhar vida nova. Todas as 30 obras, dispostas em uma área de seis mil metros quadrados localizada ao redor do MAM, passaram por um amplo processo de restauração e receberam iluminação especial, com projetos específicos para cada uma delas, já que o desafio era iluminar obras a céu aberto em uma praça urbana pública.

Todo o processo levou quase um ano para ser concluído e contou com ações de pintura, reparos, identificação das obras e limpeza. Algumas esculturas necessitaram de reparos mais complexos, como é o caso obra Sem título (1997) de Iole de Freitas que contou com a participação da artista no processo de substituição de malhas metálicas e ajustes na estrutura.

Uma visita ao Jardim de Esculturas permite conhecer uma amostra significativa da arte tridimensional produzida no Brasil a partir da segunda metade do século XX, através de trabalhos como os de Antonio Lizárraga, Carlos Fajardo, Amilcar de Castro, Emanoel Araújo, José Resende, Amélia Toledo, Ana Maria Tavares, Franz Weissmann, Elisa Bracher e Nuno Ramos, entre outros.

Com informações da Arte Hall, Glamurama e MAM

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s