Top 250 melhores casas de leilão do mundo: América Latina

Jac Leirner, Azulzinho (1991). Papel moeda, acrílico e cabo de aço. Foto: Bolsa de Arte/Divulgação

Não é segredo que os leilões são um grande negócio. Só em 2014 as vendas de obras de arte somaram aproximadamente US$ 8 bilhões. E em maio deste ano, a Christie’s bateu o recorde de escultura mais cara já vendida em leilões, com a obra “L’Homme au doigt”, de Giacometti, arrematada por US$ 141.285.000, e também o de obra de arte mais cara, com a venda de “Les Femmes d’Alger”, de Picasso, por US$ 179.365.000.

Na edição especial da Art+Auction que já está em circulação – e publicada por segmento no portal ARTINFO – estão reunidas as 250 principais casas de leilão do mundo.

Separamos para os nossos leitores a lista com as melhores casas de leilão da América Latina. Para conferir todos os segmentos já publicados pelo ARTINFO, clique aqui.

BRASIL

Bolsa de Arte
Rio de Janeiro, desde 1971
Especialidades: fotografia, arte contemporânea e street art
Lotes notáveis: Azulzinho, 1991, de Jac Leirner, $150,000 (est. $145–210,000), no leilão de Arte Moderna e Contemporânea de abril de 2015. Physichromie 1713, 2011, de Carlos Cruz-Diez, $155,000 (est. $139–166,000) e Figura, 1972, de Emiliano di Cavalcanti, $188,000 (est. $99,000–139,000), no leilão de Arte Moderna e Contemporânea de novembro de 2014.

James Lisboa
São Paulo, desde 1986
Especialidades: arte contemporânea e clássica

Soraia Cals
Rio de Janeiro
Especialidades: arte contemporânea, arte brasileira e fotografia

ARGENTINA

Galeria Arroyo
Buenos Aires, desde 1989
Especialidades: arte clássica, arte moderna e escultura
Lotes notáveis: En la ribera (On the Shore), de Horatio Alberto Butler, $36,000; e Puerto con veleros, 1947, de Gonzalo Fonseca, $15,000, no leilão de Arte Latino-Americana e Arte Europeia de julho de 2015.

URUGUAY

Castells
Montevideo, desde 1991
Especialidades: arte moderna e contemporânea, arte uruguaia, arte decorativa, antiguidades e jóias
Lotes notáveis: Untitled, de Pablo Atchugarry, $68,000, do leilão de Arte Moderna e Contemporânea de janeiro de 2013; Composición en espiral, de José Gurvich, $85,000, do leilão de Pinturas Nacionais de novembro de 2012. Composición, de José Pedro Costigliolo, $91,000, do leilão de Arte Moderna e Contemporânea de julho de 2012.

VENEZUELA

Odalys
Caracas, Venezuela; Madrid, Spain, desde 1992
Especialidades: arte moderna e contemporânea, arte latino-americana, arte venezuelana, arte colonial, design e gravura

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s