Em instalação pública, Ai Weiwei homenageia refugiados afogados durante festival de filmes em Berlim

Nos últimos dias, o artista chinês Ai Weiwei vem divulgando em seu perfil do Instagram fotos de sua mais recente instalação pública. O artista prendeu cerca de 14 mil coletes salva-vidas nas colunas frontais da Konzertaus, sala de concertos de Berlim datada do século 19. A instalação é uma homenagem aos refugiados que morreram no mar, na tentativa de escapar da guerra e da pobreza no Oriente Médio e norte da África.

Os coletes em cor laranja foram recolhidos por Weiwei em suas viagens frequentes à ilha grega de Lesbos, onde centenas de pessoas buscam abrigo todos os dias, depois de completar a perigosa travessia do mar da Turquia.

Berlim encontra-se em meio ao seu festival anual de cinema, que atrai estrelas internacionais e as principais figuras da indústria cinematográfica. A intervenção no Konzertaus foi instalada para coincidir com a exibição de gala Cinema for Peace, que acontece na noite de hoje, 15 de fevereiro.

Gendarmenmarkt .Berlin

A post shared by Ai Weiwei (@aiww) on

Gendarmenmarkt Berlin

A post shared by Ai Weiwei (@aiww) on

Gendarmenmarkt. Berlin

A post shared by Ai Weiwei (@aiww) on

Gendarmenmarkt Berlin

A post shared by Ai Weiwei (@aiww) on

Gendarmenmarkt

A post shared by Ai Weiwei (@aiww) on

Anúncios

Instagram em foco: #AiWeiwei

Na série de posts “Instagram em foco”, selecionamos uma #hashtag que destaque os assuntos do momento no cenário internacional das artes.

Hoje, a escolhida é #AiWeiwei. A Royal Academy de Londres está exibindo uma retrospectiva do artista chinês Ai Weiwei. Com curadoria em colaboração com Ai Weiwei, a mostra traz algumas das suas obras mais importantes, criadas entre o momento em que o artista retornou à China vindo dos EUA, em 1993, até os dias atuais.

Alguns trabalhos inéditos foram criados especificamente para as galerias e pátio da RA. Entre eles, está uma série de instalações de grande escala, assim bem como obras criadas a partir de mármore e aço até chá, vidro ou bicicletas.

Com sua ousadia típica, as obras de Weiwei exploram uma infinidade de temas desafiantes, com base na sua própria experiência como comentador da liberdade criativa, da censura e dos direitos humanos, bem como examinam a arte e a sociedade chinesa contemporânea.

Confira as imagens:

🍂 #RA #AiWeiWei 🙌 Beautiful day in London with @henrykitcher 👊💥

A post shared by SANG WOO KIM (@sangwo0) on

Continuar lendo

Escultura monumental de Ai Weiwei integra-se ao projeto Sculpture in the City, em Londres

A obra, última a se juntar ao Sculpture in the City deste ano, será instalada no icônico edifício Gherkin

Vista parcial de Forever (2014), de Ai Weiwei

Uma imponente escultura feita a partir de bicicletas empilhadas está se dirigindo para o icônico prédio Gherkin em Londres. A instalação “Forever” (2014) permanece em exposição entre 4 e 13 de setembro, como parte da 5ª edição da Sculpture in the City, exposição anual de vanguarda que ocupa os arredores de Square Mile em Londres.

“Forever” é um conjunto gigantesco de quadros de bicicletas em aço inoxidável, que o artista configurou em camadas geometricamente empilhadas e fundidas, criando uma única estrutura que ecoa as camadas e complexidades das pessoas e da sociedade chinesa, ao mesmo tempo em que reflete a pressa e a agitação da cidade de Londres.

A instalação antecede a abertura da retrospectiva de Ai Weiwei na Royal Academy, prevista para o dia 19 de setembro. Ela é a última das 14 esculturas assinadas por artistas internacionais a se juntar ao Sculpture in the City, que inclui ainda trabalhos de Damien Hirst, Sigalit Landau, Bruce Beasley, Ekkehard Altenburger e Tomoaki Suzuki, entre outros.

Com informações do Blouin Artinfo e Observer

E-magazine #316: Ai Weiwei | Picasso | InterAKTION

– Depois de quatro anos, Ai Weiwei recebe de volta seu passaporte;
– Christie’s e Sotheby’s apresentam seus resultados de vendas do primeiro semestre de 2015;
– Artistas brasileiros participam da coletiva InterAKTION na Alemanha.

E mais: notícias da semana, agenda de exposições no Brasil e no Mundo, calendário de feiras internacionais e leilões de arte, além da seção “Em cartaz”, com as principais mostras em cartaz. Para ler na íntegra, clique aqui.

Ainda não recebe gratuitamente a nossa e-magazine? Então assine: http://www.touchofclass.com.br/cadastro.html

Instagram em foco: #SculptureInTheCity

Na série de posts “Via Instagram”, selecionamos uma #hashtag que destaque os assuntos do momento no cenário internacional das artes.

Hoje, a escolhida é #SculptureInTheCity. Pelo quinto ano, o projeto Sculpture in the City retorna durante o verão londrino, ocupando a Square Mile e seus arredores com uma seleção de 15 obras de arte contemporânea, de artistas como Damien Hirst, Sigalit Landau, Ai Weiwei e Bruce Beasley. As obras do projeto permanecem em exposição até maio do ano que vem.

Confira as imagens:

This #sculptureinthecity plays music when you walk by #art #sculpture #londonlife #musicalart

A post shared by Melissa B (@melissabbbb) on

Continuar lendo

E-magazine #272 – Ai Weiwei | Sculpture Park | Marc Quinn

– Ai Weiwei ocupa Alcatraz com instalações que discutem o conceito de liberdade;
– Frieze revela lista dos participantes de seu Sculpture Park;
– Cac Malaga apresenta a primeira grande individual de Marc Quinn em museus espanhóis;

E mais: notícias da semana, agenda de exposições no Brasil e no Mundo, calendário de feiras internacionais e leilões de arte, além da seção “Em cartaz”, com as principais mostras em cartaz. Para ler na íntegra, clique aqui.

Ainda não recebe gratuitamente a nossa e-magazine? Então assine: http://www.touchofclass.com.br/cadastro.html

Convite de abertura | Bernardo Ortiz | 20 de maio — Galeria Luisa Strina

Bernardo Ortiz

Bernardo Ortiz

Galeria Luisa Strina tem o prazer de apresentar a primeira exposição individual no Brasil do artista colombiano Bernardo Ortiz.

Abertura dia 20 de maio de 19h a 22h
até 21 de junho de 2014

Enfrentando a necessidade de falar sobre seu trabalho, o artista escreve doze depoimentos. O quarto depoimento está reproduzido aqui:

“Dadas as dimensões quase apocalípticas do esquecimento na Colômbia, falar do esquecimento das coisas cotidianas parece quase superficial. Mas este esquecimento – e o fato de não se falar sobre isso, por parecer irrelevante – é também um produto da guerra. Uma sociedade que sempre está fugindo acaba esquecendo coisas no caminho. Alguém pode andar por anos pelas ruas de um bairro, vendo a mesma placa, de um hotel, de um estacionamento, e de repente um dia ela desaparece. A gente usa a mesma marca de caderno, a bicicleta de sempre, e de repente não se encontra mais. E depois de alguns anos ninguém mais lembra de que aquilo existia. Em alguns dos meus desenhos tento reproduzir uma certa qualidade anacrónica ou atemporal. Pode ser um tom de amarelo ou de verde. Uma tipografia específica. O formulário de um hotel ou as capas de cadernos que já não se encontram mais”

E-mag #242 – FOOD Sesc Pinheiros |Arco Madrid | Ai Weiwei

– Coletiva internacional “FOOD” debate a relação do homem com o alimento;
– Internacionalização da arte brasileira é tema de debate na Arco Madrid 2014;
– Ai Weiwei ignora o vandalismo causado em sua obra, em exposição no Perez Art Museum;

E mais: notícias da semana, agenda de exposições no Brasil e no Mundo, calendário de feiras internacionais e leilões de arte, além da seção “Acontece”, com as principais mostras em cartaz. Para ler na íntegra, clique aqui.

Ainda não recebe gratuitamente a nossa e-magazine? Então assine:http://www.touchofclass.com.br/cadastro.html

Ai Weiwei cria obra para denunciar problemas de segurança alimentar na China

O artista dissidente chinês Ai Weiwei criou uma obra composta de mais de 1.800 latas de leite em pó para denunciar os problemas de segurança alimentar na China.

Os escândalos vinculados à indústria de alimentos são numerosos no país. Em 2008, produtos lácteos foram contaminados com melamina, uma substância que imita a presença de proteínas, o que matou seis bebês e provocou doenças crônicas em outros 300 mil.

Desde então, a demanda de leite importado na China cresceu de maneira exponencial, provocando escassez em Hong Kong, que foi obrigado a limitar a quantidade de caixas de leite que os turistas podem levar do território.

A obra de Ai Weiwei, “Baby Formula 2013” (Leite em pó para bebês 2013), está composta de 1.815 caixas de sete marcas de leite diferentes.

“Esta obra trata de vários problemas”, disse o artista. “Um deles é a recente proibição dos habitantes do continente de comprar leite em pó em Hong Kong e levar para casa, e a pergunta é por quê os chineses do continente vão para Hong Kong para comprar leite em pó.”

De acordo com o governo, os chineses podem comprar leite em pó em Hong Kong, mas desde 1º de março a quantidade está limitada a 1,8 quilos por viagem.

“Sabemos que no continente a segurança alimentar é um problema grave. Se deve especialmente à falta de controle e à decadência moral da indústria”, destacou Ai.

aiweiwei

Obra de arte de Ai Weiwei apresenta a instalação “Baby Formula”, em forma do mapa da China e feita com latas de leite infantil

Fonte: Folha

 

 

Elton John dedica concerto em Beijing ao artista Ai Weiwei

Na noite do último dia 26 o cantor Elton John se apresentou em Beijing e, logo no início do show de duas horas, dedicou o espetáculo ao “espírito e talento de Ai Weiwei”.

Weiwei e o cantor se encontraram pouco antes do concerto e o artista chinês chegou a postar mensagens sobe o encontro em seu perfil no Twitter – banido na China e ainda assim com mais de 180 mil seguidores.

A mídia chinesa cobriu o evento, mas não citou a homenagem de Elton John ao artista.