E-magazine #247 – SP-Arte | Relatório TEFAF | Raquel Arnaud


– São Paulo se prepara para receber a SP-Arte;
– Especial: TEFAF publica relatório anual sobre o mercado da arte;
– Raquel Arnaud é homenageada no Instituto Tomie Ohtake pelos 40 anos de trabalho dedicado à arte

E mais: notícias da semana, agenda de exposições no Brasil e no Mundo, calendário de feiras internacionais e leilões de arte, além da seção “Em cartaz”, com as principais mostras em cartaz. Para ler na íntegra, clique aqui.

Ainda não recebe gratuitamente a nossa e-magazine? Então assine: http://www.touchofclass.com.br/cadastro.html

Anúncios

Vídeo: 60 obras em 60 segundos, direto da TEFAF

“Moulin de la Galette”, de 1887, é uma das quatro obras do holandês Vincent Van Gogh em exibição na TEFAF, que abriu na última quinta-feira, em Maastricht, Holanda.

A última vez que a obra havia sido exposta ao público foi em 1965 – e agora está à venda na Dickinson (Londres e Nova York), ao lado de um par de tamancos de Paul Gauguin feitos em 1890.

Outros destaques da feira incluem “Black sheep with golden horns”, de Damien Hirst, além de outras duas outras obras do artista, à venda na Tomasso Brothers Fine Art; “D’Artagnan” de Gustave Doré na Daniel Katz Ltd; e um prato da Dinastia Yuan, peça raríssima, à venda na Littleton & Hennessay Asian Art Ltd por £ 12 milhões.

Este ano a TEFAF recebe 275 galerias de 20 países do mundo, com obras e peças de arte que abrangem um período de 7 mil anos de história.

O vídeo abaixo faz parte da série “60 Works In 60 Seconds”, da Blouin ArInfo, e exibe alguns dos pontos altos da feira.

A TEFAF acontece até o próximo domingo, 23 de março.

E-magazine #240 – TEFAF | Gupta na Índia | Richter na Sotheby’s

– TEFAF conta 7 mil anos de história da arte através de mais de 30 mil obras;
– Gupta volta à Índia para uma retrospectiva de toda a sua carreira;
– Pintura de Richter à venda pela primeira vez na Sotheby’s;

 

E mais: notícias da semana, agenda de exposições no Brasil e no Mundo, calendário de feiras internacionais e leilões de arte, além da seção “Acontece”, com as principais mostras em cartaz. Para ler na íntegra, clique aqui.

Ainda não recebe gratuitamente a nossa e-magazine? Então assine: http://www.touchofclass.com.br/cadastro.html

TEFAF e Sotheby’s estudam organizar uma feira de arte na China

A feira de arte e antiguidades mais importante do mundo anunciou que está estudando, ao lado da Sotheby’s, a possibilidade de criar uma feira de alto nível na China em 2014, através de uma joint-venture entre Sotheby’s e GeHua, com sede em Pequim. TEFAF Beijing 2014 representaria uma parceira inédita entre uma casa de leilões e uma feira de arte.

“Sempre foi uma meta da TEFA responder às tendências globais do mercado de arte. Agora, sentimos que este é o momento de ampliar nossa presença na China”, afirmou Ben Janssens, presidente do Comitê Executivo da feira holandesa.

A TEFAF (The European Fine Art Foundation) foi fundada em 1988, em Maastricht. A cada ano, a feira atrai mais de 70 mil colecionadores particulares, consultores de arte e representantes de mais de 200 dos maiores museus do mundo.

Fonte: Hoyesarte

Top 10 dos estandes da TEFAF 2013

O site ArtInfo publicou uma lista com os 10 estandes que se destacam entre os 266 expositores da TEFAF deste ano em suas áreas – pintura, antiguidades, joalheria e design. Confira:

01

1. Richard Green (Londres)
Exposição impressionante dos óleos de Picasso: “Le Peintre,” “Verre et Pichet,” e “Nature morte à la pomme et au pichet bleu”. Logo na entrada, dá o tom da edição de 2013 da feira.

02

2. Yufuku Gallery (Tóquio)
Todas as peças expostas pela galeria foram feitas usando técnicas artesanais japonesas, adaptadas ao século XXI. Vários artistas representados pela Yufuku, incluindo Fukami Sueharu, estão em coleções como a V&A e British Museum

03

3. Les Enluminures (Paris, New York, Chicago)
As cores vibrantes tornam Pop os anéis medievais e os manuscritos na Les Enluminures. O destaque é o The Katherina Hours, de Tours, França (1485-90)

04

4. Marlborough Fine Art (Londres, Zurique)
“Ivy” (2012) de Manolo Valdés permanece na entrada do estande da Marlborough como uma divindade benevolente. Embora feito no ano passado, a figura tem uma qualidade atemporal.

05

5. Flore de Brantes (Bruxelas)
Há uma sensação bucólica neste conjunto de obras: a ovelha “Transhumant”, de François-Xavier Lalanne, permanece ao lado de um banco de parque de Pablo Reinoso, abaixo de “La ligne de partage du ciel” (Linha cortando o céu) cortesia do duo francês Jugnet + Clairet.

06

6. Eguiguren Arte de Hispanoamérica (Buenos Aires)
Em um país gaúcho, nada é tão bom quanto um cavalo. Os impressionantes arreios em ouro e prata provenientes do Uruguai e da Argentina remontam ao final do século XIX e início do século XX.

07

7. Bernard de Grunne (Bruxelas)
As estatuetas em marfim do povo Lega (leste do Congo), eram utilizadas pelos membros bwami em seus rituais e estão dispostas em campanulas.

08

8. Axel Vervoordt (Wijnegem / Antuérpia)
Embora Pierre Jeanneret tenha sido o responsável pela maior parte do mobiliário da nova cidade de Chandigarh, Índia – planejada e projetada por Le Corbusier depois de WW2 – pesquisa recentes mostram que esta mesa arquitetônica, a estrela deste estande, foi concebido pelo arquiteto para Tribunal Superior da cidade, onde permaneceu até recentemente. 

09

9. Robert Hall (Londres)
Estes frascos de rapé são um dos marcos da habilidade e arte da Dinastia Qing. Estes minúsculos vasos – usados para armazenar o tabaco depois que foi introduzido à China pelos portugueses – eram muito populares na corte imperial.

10

10. Crijns & Stender Breda-Oosterhout (Holanda)
Relógios raros, como estas tres peças holandesas e francesas do final do século XVII e início do século XVIII, pairam ao lado de inesperadas obras contemporâneas, como esta pintura, neste estande holandês.

Destaques da E-magazine #091

Confira:

– Retrospectiva de Leonilson no Itaú Cultural (SP);
– Phillips de Pury & Company anuncia o leilão BRIC 2011;
– Começa a Art Dubai;
– TEFAF cria aplicativo para iPhone;

E mais: notícias da semana, agenda de exposições no Brasil e no Mundo, calendário de feiras internacionais e leilões de arte e a seção “Acontece”, com as principais mostras em cartaz. Para ler na íntegra, clique aqui.

Crescimento do mercado de Arte em 2010

O mercado de arte e antiguidades cresceu 52% em 2010, com a China superando o Reino Unido no ranking mundial, ficando apenas atrás dos EUA. As informações são da European Fine Art Foundation, instituição que prepara uma das principais feiras de arte mundial, a Tefaf, em Maastricht, na Holanda.

Em relação a 2009, o mercado cresceu 43 milhões, em parte, devido a colecionadores privados que colocaram obras de alto valor à venda. Desse montante, a China responde por 23% do crescimento de compras e vendas. Já os EUA, na liderança, são responsáveis por 34% do fluxo na área, enquanto a União Europeia ficou na faixa dos 37% do mercado global.

Fonte: Estadão